SlideShow

Então pessoal, como todos sabem,
nosso Blog tem um grande público,
decidimos voltar a trabalhar com
publicidades. 
Aumente sua visibilidade anunciando
conosco, quem tiver interesse mande
mensagem para o e-mail de contato! 

email: dimaspereiravalgas@gmail.com

Pacotes mensais tem desconto!
0

LOCAIS ABANDONADOS - ILHA GUNKASHIMA - JAPÃO

Ahh! O Japão! Meu país favorito! Onde a excentricidade não tem limites. País sem margens, que nos encanta e aproxima dos mistérios humanos mais sombrios.

Nagasaki! Esse nome a maioria de nós conhecemos, mas o que não sabemos é que essa região do Japão é cercada por mais de 500 ilhas, a maioria delas de imensa beleza, mas uma nos agrada mais. Nós amantes do terror temos uma só para nós: GUNKASHIMA - A ILHA FANTASMA (ou Hashima, como preferirem)

A história não é complicada:

Quando o mundo ainda movia-se principalmente a carvão (não totalmente) o que os japoneses precisavam?

Então!

Essa ilha era um abarrotado do minério marinho e o que eles fizeram?

Construíram uma fortaleza para absorver o carvão. Uma fortaleza de concreto. Uma gigantesca fortaleza repleta de robustos edifícios e arcaica arquitetura.

Sólidos como o tempo...




Mas infelizmente eram tempos de guerra e precisavam de mãos de obra para mineração.

Observação: Não sei se vocês sabiam, mas quem iniciou esse processo foi uma empresa muito conhecida chamada Mitsubishi. Surpreso? Eu também!

E conseguir mãos de obra durante uma guerra não é fácil, não é mesmo? Contudo a guerra é volátil e senil e encontra seus meios independente de tudo.

Logo povoaram a estação de famílias asiáticas vitimas da tenebrosa batalha; em sua maioria Coreana.

Estas fotos demonstram a época mais precisamente que minhas palavras.





















Gunkashima teve vida, uma vida de dor e trabalho. Uma vida de guerra e exploração, entretanto como tudo no mundo; modificou-se.

Tudo se foi, como essas fotos o passado vívido em preto e branco tornou-se solitário ao colorir-se.

Com o fim da necessidade do carvão a ilha escoou e somente o que restou foi o silêncio.

Talvez uma voz a noite, ou um choramingar indefinido.

A ilha hoje é uma sombra esquecida no oceano. Uma sombra de um passado sombrio. Uma sombra colorida que o QUERO MEDO vos apresenta:

Conheçam GUNKASHIMA hoje:
































0 comentários:

Postar um comentário

Comente e faça um blogueiro feliz.. :)